21 de junho de 2014

CORPUS CHRISTI 2014


IAM- Guadalajara-Pe
         Mais uma vez a equipe da IAM da comunidade de Guadalajara marcou presença na confecção do tapete para a celebração no dia de Corpus Christi.


     A missionária Luanna, dedicou-se marcando os traços no tapete com muito carinho.




        Na hora de preencher o desenho tudo é feito com muita atenção, responsabilidade, carinho e competência pelas crianças.



    
      O carinho é tanto que não se pode esquecer nem um detalhe, e aos poucos o desenho rabiscado no chão foi  recebendo cores e formas, com um trabalho feito  em união e com muito amor.



               A imagem de Jesus crucificado  sobre o cálice do vinho e a hóstia representando a Consagração do Corpo e Sangue de Jesus foi postada como sugestão pelo  blog  http://www.amiguinhosdedeus.com/.
     E foi confeccionada no tapete feito pelas crianças da IAMG com os seguintes materiais:
Sal, milho, anilina na cor azul,  pó de serragem, borra de café, colorau,  fubá,  pétalas e ramos de flores do campo.






"De Todas as Crianças e Adolescentes do Mundo, Sempre Amigas!"



18 de junho de 2014

CORPUS CHRISTI


    Corpus Christis é uma expressão latina que significa Corpo de Cristo.
      É um evento baseado em tradições católicas realizado sempre na quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez acontece após o domingo de Pentecostes.
     A festa de Corpus Christi é uma "Festa de Guarda", ou seja, para os católicos é obrigatório participar da Santa Missa neste dia. O Código de Direitos Canônico (cânone 944) determina ao Bispo diocesano  testemunhar publicamente a adoração e a veneração com Santíssima Eucaristia, por isso, é recomendado que nesta data o mesmo não se ausente da diocese a não ser por causa grave e urgente.

COMO COMEÇOU

   A historia nos conta que uma freira agostiniana chamada Juliana de Mont Cornillon, teve visões eucarísticas por um período de quase 30 anos. Nas suas visões ela via um disco lunar com uma grande mancha negra no centro.   Entendeu-se então como a ausência de uma festa que exaltasse o Sacramento da Eucaristia.
    Baseado nas idéias de Juliana o Papa Urbano IV instituiu a Festa de Corpus Christi  no ano de 1264, a celebração oficial tinha com finalidade: Honrar  Jesus Cristo, pedir perdão a Ele e protestar contra aqueles que negavam a presença de Deus na hóstia Sagrada.
A FESTA DE CORPUS CRHISTI

    Possui como origem um milagre acontecido na Idade Média. O sacerdote Pedro de Praga estava em peregrinação à Roma, no caminho se hospedou na Igreja de Santa Catarina na vila de Bolsena, lá foi celebrar uma Missa e pediu ao Senhor que tirasse as duvidas que ele tinha com relação a presença de Jesus na Eucaristia, ele não acreditava que no pão e no vinho estavam o corpo e o sangue de Cristo.
    Quando ergueu a hóstia, esta começou a sangrar (sangue vivo), assustado, embrulhou a hóstia, voltou para sacristia e avisou o que estava acontecendo. O sangue escorria, sujando todo o chão no qual aparecia vários pingos. Isso foi informado ao Papa Urbano IV que mandou verificar a veracidade do fato.
      O bispo encarregado ao ver a hóstia que sangrava, o altar e o corporal (toalhas brancas do altar) manchados, pegou as provas do milagre e  as levou ao Papa que resolveu ir ao encontro do bispo.        Ao se encontrarem no caminho e ao ver as provas do milagre o Papa ajoelhou-se e exclamou:" Corpus Christi".
   Fizeram então a primeira procissão com o Cristo passando pela cidade, a partir daí começou a ser celebrado o dia de Corpus Christi .  Em 1317 o Papa João XXII confirmou esse costume que acontece até hoje.
 Atualmente a Igreja conserva esta festa como momento litúrgico e devocional do Povo de Deus, a procissão de Corpus Christi lembra a caminhada desse Povo peregrino em busca da Terra Prometida. O Código de Direito Canônico confirma a validade das exposições publicas da Eucaristia e afirma a solenidade do Corpo e Sangue de Cristo com procissões pelas vias publicas (cân. 944).

NO BRASIL

   Trazida pelos portugueses, a festa passou a integrar o calendário religioso de Brasilia em 1961, quando uma pequena procissão saiu da Igreja de madeira de Santo Antônio e seguiu até a Igrejinha de Nossa Senhora de Fátima. A tradição de enfeitar as ruas surgiu na cidade histórica de Ouro Preto (MG). 

OS TAPETES

   A tradição da confecção do tapete veio para o Brasil com os colonizadores, os desenhos usados são variados, mas enfocam principalmente a Eucaristia. Hoje, no  Brasil essa tradição está sendo ampliada  atingindo inclusive escolas.
  Os tapetes de rua são uma tradição e manifestação artística popular realizada por fiéis da Igreja católica, confeccionados para a passagem da procissão de Corpus Christi.
 Para a confecção são utilizados diversos tipos de materiais, como serragem, borra de café, flores, recicláveis, etc.  
Fonte: www.cot.org.br